Institucional
Comitê diretivo







Ação Educativa
Organização não-governamental fundada em 1994, com a missão de promover os direitos educativos e da juventude, tendo em vista a justiça social, a democracia participativa e o desenvolvimento sustentável no Brasil.
A Ação Educativa acredita que a participação da sociedade em processos locais, nacionais e globais é o caminho para a construção de um país mais justo. Por isso, alia a formação e a assessoria a grupos nos bairros, escolas e comunidades com a atuação em articulações amplas, a pesquisa e a produção de conhecimento com a intervenção nas políticas públicas.



ActionAid
A ActionAid é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos e sem filiação partidária ou religiosa, que trabalha em mais de 40 países para vencer a pobreza há 35 anos. Seu trabalho é desenvolvido em parceria com grupos e organizações locais de comunidades pobres para construir alternativas de superação das dificuldades e garantir o acesso destas populações aos direitos básicos como alimentação, saúde, moradia, educação, igualdade entre homens e mulheres, raças e etnias.
No Brasil, a ActionAid foi fundada em 1998, com sede no Rio de Janeiro. É uma organização não-governamental brasileira, afiliada à ActionAid Internacional e dirigida por um conselho administrativo e uma assembléia composta por brasileiros.



CCLF (Centro de Cultura Luiz Freire)
Organização não-governamental que desde 1972 atua como sujeito autônomo político e social na busca pela radicalização da democracia e efetivação dos direitos humanos, por meio de atividades de formação e intervenção nas políticas públicas, educação, comunicação, cultura e desenvolvimento local.
Tem como missão contribuir para a radicalização da democracia na sociedade, promovendo a expansão, qualificação e consolidação da participação cidadã e da prática dos direitos humanos, vivenciados como um processo educativo e cultural.



Cedeca-CE (Centro de Defesa da Criança e do Adolescente do Ceará)
O Cedeca Ceará nasceu em 1994, a partir da mobilização de entidades da sociedade civil cearense, das agências de cooperação, dos/as profissionais e dos movimentos sociais de defesa dos direitos da infância e juventude em Fortaleza. Desde sua origem, reivindica-se como entidade de defesa de direitos humanos de crianças e adolescentes, conforme preconiza o Estatuto da Criança e do Adolescente, a Constituição Federal e a Convenção Internacional sobre os Direitos da Criança.
Incorpora-se à concepção do sistema de garantia de direitos, procurando sintonizar sua ação, sobretudo, nos eixos de defesa e de controle social. Seu maior objetivo é uma sociedade que conjugue o desenvolvimento sustentável, a democracia real e a efetivação integral e universal dos direitos humanos.



CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação)
A história da CNTE tem o ano de 1945 como um marco, quando os professores da escola pública primária começaram a se organizar em associações. Desde então, muitos passos foram dados e hoje a Confederação conta com 36 entidades filiadas espalhadas por 26 Estados, 5 municípios e o Distrito Federal. Como a segunda maior confederação brasileira, filiada à CUT, somando aproximadamente 960 mil associados, a CNTE em sua luta extrapola as questões específicas da categoria, discutindo temas polêmicos como exploração do trabalho infantil, reforma agrária, emprego, saúde no trabalho, racismo e opressão de gênero, contribuindo para uma maior participação no cenário político-social do Brasil.
A CNTE incursiona também por questões de âmbito internacional e é filiada à IE (Internacional de Educação) e à CEA (Confederação de Educadores Americanos).



Fundação Abrinq pelos Direitos da Criança e do Adolescente
Instituição sem fins lucrativos, a Fundação Abrinq foi criada em 1990, ano da promulgação do Estatuto da Criança e do Adolescente, com o objetivo de mobilizar a sociedade para questões relacionadas aos direitos da infância e da adolescência. Tem como missão promover a defesa dos direitos e o exercício da cidadania de crianças e adolescentes.
O trabalho da Fundação Abrinq é pautado pela Convenção Internacional dos Direitos da Criança (ONU, 1989), Constituição Federal Brasileira (1988) e Estatuto da Criança e do Adolescente (1990).



Mieib (Movimento Interfóruns de Educação Infantil do Brasil)
Tem como objetivos promover mobilização e articulação nacional no campo da educação infantil, junto aos organismos responsáveis ou representativos do setor no plano nacional e divulgar para a sociedade brasileira uma concepção de educação infantil comprometida com os direitos fundamentais das crianças e com a consciência coletiva sobre a importância dos primeiros anos de vida no desenvolvimento do ser humano.



MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra)
O MST foi criado em 1974, em Cascavel (PR), por centenas de trabalhadores rurais que decidiram fundar um movimento social camponês, autônomo, que lutasse pela terra, pela reforma agrária e por transformações sociais que julgavam necessárias para o país. Eram posseiros, atingidos por barragens, migrantes, meeiros, parceiros e pequenos agricultores. Desde sua fundação, o MST se organiza em torno de três objetivos principais: lutar pela terra; lutar por reforma agrária; lutar por uma sociedade mais justa e fraterna.
Hoje reúne mais de 400 associações e cooperativas que trabalham de forma coletiva para produzir alimentos sem transgênicos e sem agrotóxicos. Também congrega 96 agroindústrias que melhoram a renda e as condições do trabalho no campo, além de oferecerem alimentos de qualidade e baixo preço nas cidades. Possui 2 mil escolas públicas em acampamentos e assentamentos que garantem acesso à educação a mais de 160 mil crianças e adolescentes e que já alfabetizaram 50 mil adultos e jovens nos últimos anos.



Uncme (União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação)
Entidade de direito privado, sem fins lucrativos, com sede e foro no Distrito Federal, é órgão de representação nacional dos Conselhos Municipais de Educação dos municípios brasileiros. Entre suas finalidades, destacam-se promover a união e estimular a cooperação entre os Conselhos Municipais de Educação e representa-los perante os poderes públicos. Também procura incentivar e orientar a criação e a organização de novos Conselhos Municipais de Educação, como uma das estratégias fundamentais para a organização dos Sistemas Municipais de Ensino. Realiza, anualmente, encontro nacional para a avaliação e discussão de temas educacionais, trocas de experiências sobre o funcionamento dos Conselhos Municipais de Educação e para deliberar sobre questões relativas à sua atuação e ao seu funcionamento.



Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação)
Entidade nacional que congrega os dirigentes municipais de educação, fundada em outubro de 1986, é uma associação civil autônoma e sem fins lucrativos. Organiza e promove seminários, fóruns, congressos e reuniões, voltados à educação pública, cidadã e de qualidade para todos. Mantém estreitos contatos com sindicatos, associações, organizações não governamentais e demais entidades da sociedade civil, que tenham interesse no processo educacional. Conserva, também, relações com as três esferas do poder público: Judiciário, Legislativo e Executivo, almejando contribuir para a formulação, promoção e acompanhamento de políticas nacionais de educação. Possui representação no Conselho Nacional de Educação.
Redes sociais

Escola que Queremos
Veja o site do #PNEpraValer!
Tramitação do PNE no Senado
Amigos do Cedeca

Copyright 2010 Campanha Nacional pelo Direito à Educação
Rua Mourato Coelho, 393 Conj. 04, Pinheiros - São Paulo / SP, Brasil CEP 05417-010
Tel.: (005511) 3159-1243